Será que a recolonização do Alqueva não se poderia dar naturalmente?

A recolonização espontânea nos habitats tradicionais é improvável devido aos fatores referidos (perg. 10) e a única solução passa por uma “ajuda” necessária para que a natureza faça o seu papel.
O objetivo deste projeto é restabelecer uma população viável de águia pesqueira ou guincho (Pandion haliaetus) em Portugal continental, com o fim de favorecer a expansão da população mediterrânica ameaçada, reduzindo o seu risco de extinção.
A albufeira do Alqueva, para além de reunir condições favoráveis ao restabelecimento de uma população auto-sustentável de águia pesqueira, serve também de “catalisador” ao processo de reintrodução da água pesqueira ao nível ibérico e complementarmente ao projeto espanhol, contribuindo assim para que um dia a águia pesqueira volte a habitar novamente nas escarpadas falésias da costa alentejana e volte a acompanhar os pescadores junto ao mar.