O balanço do 2º ano

Depois de acompanharmos o desenvolvimento das águias-pesqueiras desde o dia em que foram retiradas dos seus ninhos na Suécia e na Finlândia assistimos, à semelhança do ano passado, ao afastamento das aves que alimentámos durante o Verão.

Após a libertação das águias, colocámos peixes em plataformas artificiais, o que permitiu que se alimentassem até serem autónomas no que respeita a alimentação. Nos primeiros dias, observávamos todas as águias a alimentarem-se do peixe que lhes era fornecido, a beberem água, tomarem banho e a tentarem pescar nas imediações do local de libertação.

Gradualmente, as águias-pesqueiras foram-se afastando iniciando a dispersão e posterior migração. A última águia a abandonar o local de libertação, fê-lo no dia 11 de Setembro. Antes de partir, uma das 3 fêmeas libertadas e uma das 2 águias mais velhas do grupo, voou em círculos sobre as nossas cabeças, ascendendo numa corrente térmica até a perdermos de vista… despediu-se e deixou a sua mensagem de esperança… que regresse numa Primavera, juntamente com outras águias.

 voo águia pesqueira

 

Esperámos ainda alguns dias, continuando a colocar comida nas plataformas de alimentação, não fosse alguma águia menos decidida voltar ao local. Nenhuma águia reapareceu nem foi detectada através de rádio-telemetria nos dias subsequentes.

Tal como as suas congéneres que terminaram o desenvolvimento junto dos progenitores nos países de origem, as aves libertadas em Alqueva irão para a África Ocidental, em busca de locais com presas abundantes e fáceis de capturar, onde permanecerão 2 a 3 anos antes do seu regresso à Europa. Algumas porém, poderão manter-se na Península Ibérica.

Entretanto, continuámos a criar condições favoráveis para o regresso das primeiras aves. Com a ajuda de voluntários e técnicos da EDIA, colocámos mais ninhos artificiais nas ilhas das proximidades do local da libertação, para que as águias que sobrevivam e regressem na Primavera de 2013 ou 2014, se sintam atraídas com a disponibilidade de locais de nidificação.

 

ninho águia pesqueira

 

O 2º ano do projecto de reintrodução da águia-pesqueira termina aqui, esperamos que a próxima Primavera nos traga boas novidades, com o regresso de alguma das águias libertadas em 2011.

Até ao próximo ano,

Andreia Dias
Coordenadora Executiva
Projecto Águia-pesqueira

Luís Palma
Coordenador Científico.
Projecto Águia-pesqueira